Saudades

Oi, sinto saudades.

É possível sentir saudades do que nunca se teve?

Sinto saudades da sua voz, da forma terna que ela diz um simples oi.

Sinto saudades do cheiro amadeirado do seu perfume, da forma como ele me faz pensar em coisas boas.

Sinto saudade do seu cabelo, da cor de mel quando bate o sol, das ondas douradas perfeitas que ele tem, de como ele se movimenta ao vento enquanto você anda pelas ruas.

Sinto saudades do seu sorriso, o sorriso que me tira do chão, o sorriso que eu desejo ver todos os dias quando acordar, o sorriso que me faz ainda ter fé no amor.

Sinto saudades do seu olhar, de como ele penetra em mim e faz eu perder a noção do tempo, olhar que me transporta para uma outra dimensão, castanha, rodeada de estrelas, a dimensão mais perfeita que poderia existir.

Sinto saudades de sentar na praça e você passar, saudades de te admirar andando.

Saudades de te encontrar na fila do mercado e só trocar um olhar.

Sinto saudades da esperança de um dia poder dividir a vida com você, te contar todos os meus medos, todos os meus desejos, e dizer te amo toda noite antes de dormir.

 Com amor
F.

  

Saudades

 

Anúncios

4 Respostas para “Saudades

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s