Flores

Oi, pensei em te mandar flores, procurei a mais bela para fazer jus ao seu reflexo, procurei entre tantas perfeições da natureza aquela que refletia o que para mim é a sua beleza.

Parei em frente à floricultura e só admirei, lembrava de você.

Rosas? Vermelhas.

Margaridas? Amarelas.

Violetas? Vinho

E nada se comparava a você.

Lírios? Pensei.

Cadê os lírios? Brancos, com notas roxas, perfeitos.

Não iguais, mas o mínimo que poderia te oferecer, a flor mais nobre e bela que poderia encontrar.

Orquídeas? Não, muito batidas.

Belas? Sim, mas comuns.

E você, torna toda orquídea uma simples flor de maio.

Cadê os lírios? Difíceis de encontrar.

Lírios? Brancos?

Com amarelo.

Não, roxos, brancos e roxos.

Um simples “desculpa” me fazem perceber como sua beleza é incomum.

Beijinho, olhei no caminho de volta para casa, beijinho por todo lado.

Vermelho, amarelo e branco? Sim, todas as cores.

Comuns? Talvez.

Mas percebi que o universo fez questão de te presentear, por onde quer que ande, pode ter certeza que são suas essas flores, se não do universo, de mim.

Flores, o que são flores perante a você?

Com amor
F. 

flores

Anúncios

2 Respostas para “Flores

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s